Connect with us

Notícias

Zoom atinge a marca de 300 milhões de assinantes e ações crescem

Published

on

exemplo de reunião de acontece na plataforma zoom

Um dos maiores cases tech do ano, sem dúvidas, é a plataforma Zoom. Na semana passada, a empresa divulgou o balanço do primeiro trimestre, e o resultado financeiro foi surpreendente.

No começo do ano, era possível comprar uma ação da Zoom por US$ 68,72. Hoje, as ações estão US$ 208 e subindo, uma alta de mais de 200% ao mês.

Da mesma forma, quando o assunto é lucro, o aumento foi ainda mais surpreendente: 1000% considerando o mesmo período do ano passado.

A receita da Zoom pulou de US$ 122 milhões para US$ 324 milhões no trimestre, e hoje a marca já conta com mais de 300 milhões de usuários ativos. Há 10 meses, a plataforma tinha apenas 10 milhões.

Além disso, nos últimos três meses, o site da marca virou o 14º mais visitado nos EUA e o 21º no mundo, com quase 2 bilhões de pageviews. Hoje, estima-se que mais de 100.000 escolas pelo mundo estão usando a plataforma nas aulas online.

No final do mês de maio, a Zoom valia mais que as sete maiores companhias aéreas do mundo juntas. Seu valor de mercado, no mês, fechou em US$ 49 bilhões.

Ligar o Zoom já faz parte da realidade de muita gente, e o crescimento da empresa continua deixando o mercado impressionado. Portanto, eles fazem parte do grupo que utiliza a Economia da Recorrência para alcançar resultados financeiros escaláveis e sustentáveis.

O mesmo está acontecendo com a YVY, empresa genuinamente brasileira, que está se destacando apesar da crise. Dessa forma, fazer a associação entre inovação, transformação digital e recorrência é cada vez mais necessário!

Quer saber mais sobre como empresas recorrentes são mais resilientes em tempos de crise e incertezas econômicas? Então, clique aqui e descubra agora mesmo.

Notícias

Assinaturas no Facebook prometem atrair criadores de conteúdo

Published

on

assinaturas no facebook

Agora não é só o Youtube que está nos moldes de assinatura e da recorrência, porque as assinaturas no Facebook entraram no jogo! Recentemente, um anúncio feito por Mark Zuckerberg confirmou que essa ferramenta chegará no Brasil.

Dessa forma, as funcionalidades que antes eram um privilégio de quem estava no Reino Unido e nos EUA,  poderão ser acessadas em solo brasileiro também. Essa notícia, no meio da crise provocada pela COVID-19, promete movimentar o mercado

O que podemos esperar do pagamento recorrente no Facebook é um grande investimento para criadores de conteúdo, que poderão finalmente monetizar páginas e ter acesso a recursos de interação e métricas que antes não eram disponibilizadas.

No entanto, existem algumas condições para que uma página consiga aderir a esse modelo de assinaturas para fãs:

  • Ter, no mínimo, 10 mil fãs na página;
  • Receber mais de 250 visitas recorrentes mensais;
  • Ter 50 mil postagens com algum engajamento;
  •  Ou mais de 180 mil minutos assistidos em vídeo nos últimos 60 dias.

Além disso, o Facebook também anunciou que ficará com 30% do valor das assinaturas de cada página, deixando os outros 70% para o proprietário da página.

Aqui no Brasil, a ferramenta que ainda está em fase de testes custará R$ 9,90 por mês, e os fãs que assinarem o conteúdo daquela página poderão conquistar o selo de apoiador e ter vantagens que outros visualizadores nas páginas não possuem.

Quer conhecer mais sobre o Pagamento Recorrente e como ele está mudando o mercado e atraindo até mesmo as redes sociais? Então, clique aqui agora mesmo e descubra!

Continue Reading

Notícias

Assinaturas do New York Times crescem quase 40% em meio à crise

Published

on

The New York Times

Na última semana (06/05), a New York Times Company, fez a divulgação dos seus resultados financeiros referentes ao primeiro trimestre de 2020.

O lucro bruto da empresa caiu 21,3% em relação ao mesmo período de 2019. Mas, apesar da crise mundial causada pela COVID-19, as assinaturas digitais dos produtos da companhia, cresceram 39,6%.

Em 2019, o New York Times atingiu a marca de 5,25 milhões de assinantes, sendo que 3,5 milhões, são apenas de assinaturas digitais.O crescimento de quase 40% neste trimestre, impacta, positivamente, no objetivo de bater 10 milhões de assinantes até 2025.

No Vindi Insights, estudo produzido pela Vindi, é possível notar alguns segmentos que também cobram de forma recorrente, assim como o NY Times, e que tiveram um crescimento tanto no número de assinantes, quanto na receita, indo na contramão da crise. Como, por exemplo, o segmento de clubes de assinatura, que teve um que aumentou seu TPV em 20% no comparativo de Abril com Março.

Quer saber mais sobre os benefícios que a cobrança recorrente oferece para as empresas? Leia mais sobre o assunto neste artigo.

Continue Reading

Notícias

YVY acompanha segmento de clubes de assinatura e cresce mesmo com a crise

Published

on

Produtos YVY

A crise estabelecida pelo COVID-19 atingiu a maioria dos setores no mundo todo. Muitas empresas encerraram suas atividades, outras estão trabalhando com caixa reduzido, mas, também existem aquelas que estão conseguindo driblar tudo isso. A YVY, startup de “limpeza as a service” é uma delas.

A Vindi lançou um estudo, Vindi Insights, que mostra o impacto financeiro em cada setor e, o curioso, é que o segmento de clubes de assinatura tem crescido mesmo com a crise, 20% de Março para Abril. E, a YVY, acompanha este crescimento.

O diferencial da YVY

A busca por produtos de limpeza cresceu por conta do medo da contaminação do novo vírus. As gôndolas do mercado ficando vazias e longas filas para garantir as compras de higiene são provas disso.

Na última semana, a YVY anunciou um aumento 30% do faturamento desde que o isolamento social começou. Tudo isso, porque a empresa tem grandes diferenciais.

Primeiro, o pessoal da YVY se preocupa muito com produtos de limpeza mais sustentáveis na questão de produção e embalagem. Por isso, resolveu oferecer seus produtos em cápsulas que o cliente recebe todos os meses em casa – outro diferencial da empresa.

Segundo, que quem assina a YVY pode escolher entre cinco categorias: detergente, limpeza pesada, desinfetante, multiuso e lava-roupas. Ao assinar o plano, o cliente recebe as cápsulas e os borrifadores próprios para o uso dos produtos.

Redução no uso de plástico das embalagens e comodidade de não precisar enfrentar as filas do mercado para comprar seus produtos.

Terceiro, que o modelo da recorrência é o melhor para cobrança de clubes de assinatura, afinal, é possível disponibilizar planos com preços diferentes para seus clientes, realizar a cobrança de forma automatizada todo mês e ter uma previsibilidade de caixa maior.

O modelo de negócios da YVY

Ao olharmos para o modelo de negócios da startup, notamos que a YVY é um clube de assinaturas. Todo mês, o cliente recebe no conforto do lar os produtos escolhidos.

E, o melhor, a cobrança é recorrente, feita diretamente no cartão de crédito, sem ocupar o limite. Bem mais comodidade para o consumidor e mais previsibilidade para a empresa.

Podemos dizer que o aumento do faturamento da YVY se deu pela alta procura por produtos de limpeza, afinal, as pessoas querem se proteger, pela comodidade de receber os produtos em casa e pela facilidade de realizar o pagamento, sem complicação.

Você pode conferir um pouco mais sobre a história da YVY e sobre o modelo recorrente, no painel que o co-fundador da empresa, Marcelo Ebert, participou no evento Recorrência.

Continue Reading

Conheça a Vindi

cobranca recorrente

cobrança reccorente

Trending