Connect with us

Artigos

TV paga começa a perder mercado para Netflix e serviços de streaming

Published

on

netflix

A TV paga está perdendo clientes nos últimos meses, e o motivo não é apenas o agravamento da situação econômica no país – negócios baseados em assinatura vem ganhando cada vez mais espaço, como é o caso do Netflix. Chamada de Uber da televisão, os serviços streaming da Netflix vem preocupando não apenas a TV paga, mas a televisão aberta.

Como se não bastasse mudar a configuração do mercado de TV por assinatura, a Netflix e a Amazon, que também disponibiliza filmes em streaming, pretendem apostar forte na área de produção de conteúdo. Ou seja, elas poderão bancar seus próprios filmes e decidir se eles estrearão primeiramente na rede virtual ou nos cinemas – o que interrompe um ciclo que sempre teve como ponto de partida as exibições nas salas cinematográficas.

Modelos de assinaturas em ascensão

Segundo a Agência Nacional de Comunicação (Anatel), em 2015, as assinaturas de TV recuaram após uma década de crescimento. Em outubro de 2015, o Brasil fechou 108 mil clientes de TV por assinatura em relação a setembro, totalizando 19,4 milhões de usuários, uma queda de 3%. Já em comparação a outubro de 2014, a redução foi bem mais drástica, a queda do número de acessos foi de 255,7 mil.

Embora alguns canais pagos já disponibilizem versões em streaming, como HBO Go e o Now, as facilidades de navegabilidade não se comparam aquelas disponibilizadas pela Netflix, que também não proíbe o empréstimo de senhas de acesso.

Segundo a Anatel, o grupo Claro, da mexicana América Móvil, representa uma fatia do mercado de 52%, permanecendo na liderança. Contudo, apesar dos seus 10,08 milhões de acessos, a empresa teve uma queda de 45,8 mil assinaturas na comparação mensal realizada. Em 2014, o grupo tinha 10,42 milhões de usuários de TV paga, segundo dados da Agência.

Em segundo lugar, com uma participação de 28,25% e 5,47 milhões de acessos, a operadora de TV via satélite Sky teve uma queda de 58,2 mil na mesma base de comparação do grupo claro. Em outubro de 2014, a operadora tinha 5,65 milhões de assinantes.

E em terceiro lugar, com 9,5% do mercado, ficou a Telefônica Brasil, com 1,83 milhão de assinaturas. Contudo, a Agência levantou uma alta de pouco mais de 1 mil acessos em relação a setembro. A Oi aparece logo em seguida, representando 6,02% do mercado e com 1,2 milhão de acessos, apresentando uma redução de 1,8 mil assinaturas, mas acima dos número de outubro do ano passado, quando tinha 1,12 milhão de assinaturas.

Aqui vale destacar que a TV digital via satélite (DTH) foi a que mais perdeu acessos entre setembro e outubro de 2015. Foram 146,6 mil clientes a menos em outubro, a 11,44 milhões. Segundo dados da Anatel, a tecnologia perdeu 726,3 mil acessos.

Sucesso além do preço

O preço não é o único diferencial da Netflix. O conteúdo é o que mais chama a atenção. Séries como ‘House of Cards’ levam milhares de usuários a pagar qualquer valor para assistir.

Para as operadoras de TV paga se manterem no páreo é preciso criar formas interessantes para o conteúdo chegar até o usuário.

No relatório de resultados de 2015, divulgado pela Netflix, a empresa ultrapassou 75 milhões de assinantes. Outras novidades também estão por vir este ano, segundo divulgado pelo Reuters Institute, que prevê a estreia do streaming da Apple, ‘finalmente’, e o aumento nos serviços via internet das operadoras, como Verizon.

E você, acha que a TV paga está com os dias contados diante dos novos negócios por assinatura? Que tal compartilhar conosco sua opinião!

Continue Reading
Click to comment

Artigos

Sistemas de Gestão para Academias

Published

on

sistema para academias

Gerenciar uma academia pode ser uma tarefa árdua. Controlar alunos, cobranças, são muitas  informações. Mas, os softwares de gestão de academia (ou sistemas para academias) existem exatamente para facilitar esse trabalho.

Atualmente são inúmeros softwares que auxiliam um gestor a coordenar sua academia, desde os mais simples até os mais completos, o que precisa ser avaliado de acordo com a necessidade de cada academia. Antes caros e exclusivos, agora os sistemas para academias estão acessíveis a qualquer tipo de negócio fitness: estúdios, crossfit, academias e até personal trainers.

Não dá mais para negligenciar a gestão, principalmente num negócio que sofre grande concorrência e mudanças tecnológicas.

Sistema para Academias – lista

Muitas vezes o gestor acaba pecando por não investir em um bom software de gestão. Separamos nesse post, algumas das soluções mais populares do mercado fitness, para você escolher e contratar. Nossa sugestão é fugir de sistemas comprados em formatos de CDs e softwares com propostas baixas, do ponto de vista de produto. Confira:

Pacto.vc

A Pacto foi fundada em 1994 em Goiânia/GO e desenvolve sistemas para academias, boxes CrossFit, clubes e hotelaria. O software de gestão de academia da Pacto é um dos produtos mais vendidos do país. Possui um módulo de débito recorrente (DCC) integrado à solução para academias.

iFitness – Inspell

O iFitness é um Software de Controle de Acesso e Financeiro para Academias que possui todas as ferramentas para simplificar e facilitar a gestão, possibilitando também a organização das atividades administrativas. É um sistema de academias simples de usar e de contratar. Vale ficar de olho!

TecnoFit

O TecnoFit é um sistema para academias moderno. Totalmente na nuvem e com uma usabilidade pensada no gestor de academias. O TecnoFit surpreende pelas funcionalidades e facilidade no uso. Além do app mobile para analisar os dados em tempo real, controle de acesso, finanças, avaliação física e diversas funcionalidades ajudam no dia a dia da academia.

Data Fitness

Fundada no Rio Grande do Sul pela empresa Logon Sistemas, o Data Fitness é um sistema para academias que também possui o débito recorrente dentro da gestão. O software foi lançado há alguns anos e já atende mais de 1200 academias no país.

Cloud Gym

Criado por ex-engenheiros da Oracle, o Cloud Gym é um software de gestão de academias ágil e com fácil navegação. Na nuvem, o software possui bom preço também. Um dos diferenciais da aplicação é a possibilidade de oferecer para alunos e gestores o reconhecimento facial. O Cloud Gym é uma das boas surpresas do segmento fitness.

CAD 4

O CAD 4 é um software de gestão de academia que possui inúmeros benefícios: controle de cheques, contratos, exames, restrições, vendas de produtos, serviços e muitos outros recursos. Com ele é possível manter um relacionamento com seu aluno, disponibilizar convênios, planos de horários, venda de produtos, mala direta de postagens, controle de estoque, controle de usuários com senhas, layout renovado, cadastro de visitantes, entre vários outros benefícios.

Sistema SCA

O sistema de academia SCA também é um dos mais utilizados no Brasil. Ele oferece um sistema que gera cobranças, bloqueia os inadimplentes, além de possuir cadastro de alunos com informações importantes como: frequência, pagamentos, matrícula entre outros dados pertinentes. Outro benefício é que o sistema emite recibo e gera relatórios administrativos com a logomarca da academia, garantindo confiabilidade aos alunos.

O sistema oferece ainda a possibilidade de liberação de acesso através de cadastro da digital do aluno, garantindo a segurança e entrada de alunos regularmente matriculados (com o pagamento em dia) e também bloqueia o acesso (travando a catraca) de quem está inadimplente.

Office Academia

Assim como os demais softwares de gestão de academia, o Office Academia oferece controle de alunos e matrículas, planos de pagamentos, horários e controle de catracas, além de convênios, controle de presenças (frequência, reposição, faltas etc.), controle financeiro (incluindo contas a receber, fluxo de caixa, controle bancário, entradas e saídas de forma geral) e ponto eletrônico.

Easy Manager (Byteway)

No mercado desde 1997, o Easy Manager da Byteway além de atuar em academias, também possui uma extensão para escolas. O software tem um grande apelo financeiro.

Actuar

A Actuar é uma empresa que existe desde 2000. O software para academias da empresa é um dos mais modernos no Brasil. Com aplicativos de treino e conexão com catracas. Em 2007 o Actuar foi redesenhado trazendo melhorias aos gestores.

Acad Manager

Criado para fazer a gestão de academias e estúdios, o Acad Manager é um produto da 4TechSistemas. O sistema atua forte na gestão de academias no Rio de Janeiro.

Fitware

A empresa Fitware existe desde 1994. Além do software de gestão para academias a empresa também possui um produto para o varejo (lojas). O software cobra em média R$1,00 por aluno na solução.

PoliSystem

Com 8 escritórios pelo Brasil, a Polisystem é um dos mais famosos softwares de gestão de academia do Brasil. É um dos novos softwares do segmento. A sede fica em Salvador. A empresa está prestes a lançar sua versão Web.

Microuniversity

A MicroUniversity é uma empresa desenvolvedora de softwares do Rio de Janeiro. Desde 2005 desenvolve soluções para gestão financeira, escolar e software de gestão de academias (o Micro Fitness).

Queslo

O sistema da Queslo tem integração com catracas, possui débito recorrente integrado, controle de despesas, avaliação de treinos e tudo que um software de academias precisa ter.

Go!Fit

Com o Go!Fit é possível organizar: financeiro, treinamentos, avaliação física, agenda, vendas, estoque entre outros. É do grupo Tribes, que tem também o EVO como software de gestão.

W12 EVO

O W12 EVO possibilita o monitoramento de toda movimentação interna da academia, leitor biométrico, aplicativo para smartphones, relatórios e muito mais. Esse software de gestão de academia também possui muitos benefícios para a administração.

iFitness

Tradicional no mercado, o iFitness atende academias de grande porte. O ponto alto da solução é a parte financeira e conexão com catracas modernas. O Fitsys atua em centenas de academias. É um dos pioneiros em gestão de academias no Brasil. Possui uma das melhores gestões de catracas do mercado.

Sivis

A Sivis é uma solução com mais de 15 anos de mercado. Fundada em Volta Redonda (RJ), a Sivis possui um sistema para academias, mas também atende shoppings, escritórios e o varejo no geral, especialmente com o software e a gestão de catracas.

MobiTrainer

O Mobitrainer é um aplicativo / sistema de gestão para academias focado na interação com os alunos. Usado por treinadores, gestores e estúdios, o app permite a gestão de treinos, comunicação com alunos e relatórios simples para a tomada de decisão dos gestores.

O que é importante para decidir sobre um sistema para academias? Dicas finais.

  • Controle na nuvem;
  • Suporte;
  • Integração com CRM e ERP;
  • Controle de inadimplência;
  • Cobrança recorrente com diversas operadoras;
  • Integrações com outros sistemas.

Gostou da lista? Conhece outro? Compartilha com nós!

300x250

Continue Reading

Artigos

A importância da nota fiscal na cobrança recorrente

Published

on

importancia-da-nota-fiscal-na-cobranca-recorrente

Os negócios digitais crescem cada vez mais. Todos os dias novas formas de empreender surgem. Nos últimos anos, tem sido a vez dos serviços por assinatura tomarem seu espaço. O que, inicialmente, parecia ser uma moda passageira, hoje se mostra um negócio sério e altamente escalável.

O serviço por assinatura é simples e, se bem automatizado, pode te dar pouco trabalho técnico, além de ser um mercado em expansão.

O maior benefício dos serviços de assinatura para o empreendedor é a estrutura de cobrança recorrente automática. Grandes empresas nos ramos de academias (como a SmartFit), escolas (Wizard) e clubes de assinatura, têm adotado esse método. Mas, como funciona a cobrança recorrente?

Como funciona a cobrança recorrente

É provável que você já saiba o que é cobrança recorrente, mas é importante ressaltar para ficar mais claro.  

A cobrança recorrente sucede de uma assinatura, que implica no uso periódico de um produto ou serviço que será cobrado mensalmente na data estipulada pelo cliente. Ou seja, é uma cobrança periódica que só termina quando o assinante desiste de usar o serviço, ou, como costumamos chamar na recorrência, quando ele ‘churna’

As academias, por exemplo, oferecem o acesso ao uso de equipamentos e treinos e cobram do aluno uma mensalidade (assinatura) para que o assinante tenha direito a treinar na academia.

No caso das escolas, as instituições oferecem o acesso ao ensino (seja básico, superior, profissionalizante ou de idiomas) e cobram uma mensalidade por ele. A cobrança é feita periodicamente e automaticamente – quando um software é usado para facilitar e otimizar esse processo.

No caso dos famosos clubes de assinatura, a cobrança recorrente é consequência da entrega de produtos na casa do assinante ou pelo acesso exclusivo a um serviço, como um Box de produtos ou conteúdo rico.

Mas, onde entra a nota fiscal?

Obrigatoriamente, as empresas precisam emitir notas fiscais. No caso das empresas prestadoras de serviços (como escolas, clubes e academias) a nota fiscal emitida é a NFS-e (Nota Fiscal de Serviço eletrônica) cujo recolhimento de impostos fica a cargo da prefeitura de cada município. Entenda:

Emissão de notas fiscais de serviço

As notas fiscais são obrigatórias para todos os prestadores de serviço. Deixar de emiti-las implica em deixar de cumprir obrigações legais. O descumprimento dessa lei pode acarretar em diversas punições para a empresa, incluindo altas multas. Assim, fica mais fácil compreender a necessidade de emitir as notas fiscais.

Além disso, ao emitir notas, os próprios clientes percebem a empresa com mais confiança, ou seja, veem mais credibilidade na hora de contratar.. Mas esse é apenas um benefício, você pode entender os outros acessando este artigo sobre as vantagens da emissão de notas fiscais.

Por fim, as empresas que trabalham com serviços de assinatura e usam a cobrança recorrente automática precisam emitir notas fiscais antes ou após receber o pagamentos de seus alunos/assinantes.

Acontece que, como dissemos anteriormente, a cobrança recorrente acarreta em uma série de benefícios que ajudam as empresas a escalarem seus negócios. Logo, emitir as notas fiscais manualmente gera um trabalho desgastante que pode ser poupado com a automação.

Em média, emitir uma nota fiscal na prefeitura leva em torno de 1,5 minutos. Imagine ter que emitir nota por nota de cada cliente que você tem… Isso gera muito trabalho e custo com recurso humano.

Automatização das notas fiscais

Acompanhar o mercado sempre foi uma obrigação para empreendedores que querem expandir seu negócio e, portanto, é essencial estar a par da evolução tecnológica para saber os tipos de ferramentas que podem auxiliar no trabalho diário dentro da empresa.

Pensando em todos os problemas gerados pela falta de cumprimento das obrigações fiscais e no gasto de tempo com essas atividades manuais, algumas empresas de tecnologia já estão se movimentando e oferecendo soluções para  emitir notas fiscais automaticamente para gerar menos custos e otimizar o processo de emissão. 

Como sabemos, as leis observam o movimento fiscal das empresas para que sejam cumpridas as obrigações e, nesse meio, a quantidade de notas que devem ser emitidas cresce a cada instante.

O crescimento do número de notas fiscais a serem emitidas é sinal de que, também, o número de assinantes/clientes está crescendo. Neste caso, as empresas (ou contabilidades responsáveis pela emissão) precisam buscar a melhor forma de otimizar essa atividade para não perder tempo com uma coisa tão simples e estar em dia com as questões fiscais.

Então, por que não aliar a cobrança recorrente (que é responsável pelos pagamentos recebidos) à emissão de notas fiscais (que é obrigação fiscal)? É isso que algumas empresas estão fazendo.

Cobrança recorrente + Emissão de notas fiscais

Com o visível crescimento da empresa, as equipes precisam estar preparadas para resolver problemas maiores. Afinal, a área financeira da sua empresa precisa ser bem cuidada, não? Já que é a partir dela que você consegue identificar a saúde do negócio.

Neste caso, ao começar a crescer, aliar a cobrança recorrente à emissão de notas fiscais a partir de softwares de serviços é a melhor das opções.

Assim que o pagamento for efetivado (na data programada de cada mês) pelos usuários da academia, alunos ou clientes de um serviço de assinatura, automaticamente as notas fiscais serão emitidas e você efetiva de uma vez seus recebimentos e registros fiscais. Portanto, a importância de integrar a emissão da nota fiscal na cobrança recorrente está em garantir um processo de pagamento completo.

Se você já usa uma solução de cobrança recorrente, procure saber se ela oferece integração com um emissor de notas fiscais automático. Se não usa nem um nem outro, certifique-se de contratar serviços que integrem e te ofereçam esses recursos.

A Vindi, por exemplo, oferece integração com o Fast Notas. Juntos, eles conseguem entregar esse processo ‘casado’ e oferecer o que de melhor a automação tem para o seu negócio: facilidade, otimização de tempo e redução de custos.

 

300x250

Continue Reading

Artigos

Cobrança recorrente: o que é e por que você precisa adotar

Published

on

o-que-e-cobranca-recorrente

Netflix, Spotify, Apple Music, Kindle Unlimited, empresas de TV a cabo, jogos como World of Warcraft. Todos esses serviços têm se mostrado cada vez mais bem sucedidos. As razões para isso são várias, como atender de modo competente a determinado nicho de mercado e oferecer valores que não pesam no bolso do consumidor.

Entretanto, além desses fatores, há outro importantíssimo que atua na facilidade de pagamento e na fidelização do cliente: a cobrança recorrente.

Imagine que, juntos, Netflix, Spotify e Apple Music somam mais de 160 milhões de assinantes. Ser assinante significa contratar um produto por tempo indeterminado ou por um número fechado de meses. Por se tratar de um serviço de assinatura, é preciso que o usuário pague periodicamente, seja por boleto, cartão de crédito ou débito automático.

Diante de tantas possibilidades de pagamento que a empresa pode oferecer, por que é indispensável usar uma plataforma que possibilite o pagamento recorrente?

O que é pagamento recorrente?

Esse é um modelo simples e eficiente de receber do seu cliente. O pagamento recorrente é aquele programado para ocorrer periodicamente, tal como um contrato ou plano. Esse plano pode ser estabelecido por período ilimitado, até que o cliente opte pelo cancelamento, ou por um período previamente estabelecido.

Assim, caso a data escolhida para o pagamento seja dia 15, todo dia 15 do mês o valor acordado será cobrado no cartão de crédito, boleto ou por meio do débito automático em conta.

Venda recorrente

Ao oferecer um serviço ou produto para o cliente apenas uma vez (como acontece no e-commerce, por exemplo) você precisa esperar que ele tenha gostado do que foi oferecido e volte a precisar do que comprou. Isso leva tempo.

Além disso, não basta esperar. É necessário investir em marketing e divulgação para que o cliente não se esqueça de sua empresa e opte por comprar em outra quando voltar a precisar do que adquiriu anteriormente. Tudo isso demanda investimento de tempo e dinheiro.

Por outro lado, ao oferecer o sistema de assinatura/recorrência, a empresa estará focada, principalmente, em oferecer um excelente serviço e uma ótima assistência ao cliente porque ao conquistar um assinante, ele fez uma venda recorrente – o que implica, também, em uma receita recorrente, dinheiro para o seu caixa todo mês.

Com isso, o comprador não sentirá necessidade de interromper o serviço e a empresa não necessitará investir tão amplamente em outros meios de conquistar sistematicamente novos clientes.

Vantagens da recorrência 

O pagamento recorrente é um modelo crescente que tem ganhado força no mercado de consumo. Isso porque ele acompanha as transformações no modelo de compra do consumidor e oferece diversas vantagens para a empresa. Confira:

  • Redução da inadimplência: ele evita atraso e, consequentemente, inadimplência porque, usando uma plataforma, a cobrança é feita automaticamente todos os meses sem o cliente ter que se preocupar com ir a um banco pagar.
  • Previsão de receita: a cobrança recorrente permite que a empresa tenha uma previsão mais fiel do quanto receberá dentro de um período baseado na quantidade de clientes que tem e do tempo que cada um deles fica retido. Duas métricas importantes para te ajudar com isso são: MRR e LTV.
  • Controle financeiro: com a previsão de receita, entrada de dinheiro, a empresa consegue fazer um controle também do fluxo de caixa e enxergar a saúde financeira do negócio para tomar melhores decisões.
  • Mais vendas: a recorrência é um modelo de cobrança que pode ser utilizado tanto no cartão de crédito quanto no boleto. Nessa primeira opção, o limite do cliente não fica comprometido – o que facilita a adesão da assinatura. Já o boleto é o segundo meio de pagamento mais usado do brasileiro que ainda não se sente seguro em usar cartão. Assim você expande o número de clientes que podem ser atendidos.

Por que automatizar sua cobrança recorrente?

É possível fazer as cobranças de forma manual? É! Mas o tempo gasto com uma atividade que pode ser facilmente automatizada pode ser o tempo investido para melhorar sua gestão, produto ou estratégias de marketing e vendas para conquistar mais clientes. Além disso, cobrar seus clientes por meio de um software evita riscos de erro humano e, consequentemente, cálculos errados.

Como escolher uma plataforma de cobrança recorrente?

Se a empresa está acertadamente pensando em mudar para um sistema de cobrança recorrente, é preciso levar em consideração alguns pontos importantes.

Muitas plataformas disponíveis no mercado não oferecem todos os serviços necessários e não estão integradas a outros sistemas relevantes. Ao contratar um gerenciamento desse tipo, a empresa não sentirá nenhum ganho de tempo e o investimento não valerá a pena.

No momento de avaliar as propostas, observe se a plataforma tem funções importantes como:

  • Controle completo – desde o cadastro do plano até as cobranças e renovações automáticas;
  • Integração com outros módulos – pode pode precisar integrar com outras plataforma, CRM ou RPS, então essa a possibilidade integração é importante;
  • Adquirência – você precisa poder optar a melhor operadora de cartão para o seu negócio, contrate uma ferramenta de cobrança que disponibilize o maior número de adquirentes possível;
  • Flexibilização das opções de compra – preço por unidade, por conjunto de unidades, diferentes planos e descontos são itens importantes para oferecer ao seu cliente na hora de contratar um plano;
  • Emissão de boletos online – além do gerenciamento adequado e eficiente das compras feitas por cartão, a plataforma precisa concentrar em si a opção de emissão de boletos em PDF e com envio por e-mail;
  • Funcionalidades de combate à inadimplência – item importante para te ajudar a cobrar seus clientes em casos de atraso, as ferramentas te ajudam a fazer essa cobrança sem prejudicar o relacionamento com  assinante;
  • Fácil acompanhamento das transações processadas, não aprovadas, boletos enviados, pagos e não pagos por meio de relatórios.

A Vindi, por exemplo, oferece a melhor experiência em cobranças recorrentes. Isso porque a solução possui excelência nos sistemas oferecidos e foi pensada para integrar-se a outros sistemas fundamentais, de modo que toda preocupação com o processo de gerenciamento dos pagamentos pode se converter em preocupação em oferecer o melhor produto e serviço.

336x280

 

 

 

 

 

 

 

Assim, você recebe amplia seu leque de recebimento, cobra seu cliente de forma profissional e otimiza seu negócio, que são os principais benefícios da cobrança recorrente.

Continue Reading

Trending

Direitos Reservados @Cobrança Recorrente - Vindi

Shares
Share This