Connect with us

Artigos

Inadimplência na Universidade e no ensino superior: como evitar?

Published

on

inadimplencia universidade

Alguns universitários dependem de estágios para custear seus estudos, outros contam com a ajuda financeira dos pais, e ainda tem aqueles que preferem deixar acumular a dívida para depois renegociá-la.Por esses e outros motivos, a taxa de inadimplência nas instituições de ensino superior no Brasil é de mais de 8%, segundo o Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior).

Problemas na gestão desses pagamentos por parte do setor financeiro das universidades podem agravar essa situação.

Por outro lado, há uma série de boas práticas que podem ajudar a diminuir essa taxa e ter um fluxo de caixa mais saudável. Confira a seguir.

Inadimplência na Universidade e no ensino superior: como evitar?

1 – Envie a mensalidade por diferentes canais

Utilize diferentes canais de comunicação para enviar a cobrança ao aluno, com certo prazo de antecedência. Além do envio por e-mail ou Correios, lance alertas por mensagens, comunicando da emissão de boleto para pagamento já foi enviado. Disponibilize também uma versão no portal da Instituição para que o aluno possa imprimir, caso não receba o documento.

2 – Lembre os alunos antes do vencimento

Próximo ao vencimento, envie mensagens aos alunos lembrando-os do prazo, e informando os benefícios de pagar em dia, como descontos ou a não cobrança de juros. Vale utilizar, novamente, diferentes canais, como e-mail e SMS.

3 – Identifique cobranças não recebidas

Verifique e-mails e correspondências que voltaram por endereço errado, por exemplo. Muitas vezes o aluno pode ter se mudado e não informado a instituição. Ou ainda, o e-mail cadastrado pode estar errado. É importante identificar essas cobranças que não foram entregues e reenviá-las.

4 – Facilite o Recebimento

Aceite pagamentos na própria instituição, isso pode facilitar a vida do estudante. Para evitar filas, e maior comodidade, utilize o sistema de envelopes (semelhante ao depósito em caixas eletrônicos). Ainda assim, não deixe de dar a opção de pagamento bancário.

5 – Regere boletos automaticamente

O aluno atrasou o pagamento? Atualize a data do vencimento, e gere de forma automática um novo boleto já com multa e juros calculados. Já faça também o reenvio dessas cobranças. Isso pode auxiliar muito na redução da resistência em realizar o pagamento.

6 – Tenha uma régua de comunicação com os credores

Mantenha comunicação frequente com os alunos inadimplentes. Utilize e-mail, SMS e cartas para avisá-los dos problemas que o não-pagamento da dívida pode acarretar, como multa, juros e inclusão do nome nos serviços de proteção ao crédito, como Serasa e SPC.

7 – Conte com o FIES

Incentive a adesão de alunos ao programa do Governo Federal de Financiamento Estudantil. A média de adesão de universitários é em torno de 15% a 20% do total de alunos de uma instituição. E, segundo o Semesp, o programa ajudou a estabilizar a taxa de inadimplência nas IES brasileiras, no último ano.

8 – Separe os alunos em grupos

A clusterização dos alunos pode facilitar tanto a cobrança, como a análise do perfil dos inadimplentes. Crie grupos para aqueles que atrasam esporadicamente, para os inadimplentes frequentes, alunos que pagam integralmente sozinhos, alunos que contam com a ajuda dos pais. Divida-os ainda de acordo com a renda familiar informada e,também, por situações atípicas ou de emergência, como perda de emprego ou morte dos pais.

9 – Lance mão dos serviços de proteção ao crédito

Inclua o aluno nos cadastros do SPC ou Serasa quando o atraso completar 30 dias. Muitas vezes, a própria carta que o aluno recebe dos órgãos, avisando da negativação do nome, já é suficiente para o pagamento da dívida.

10 – Renegocie a dívida

Esteja aberto para negociar os créditos em atraso. Ofereça diferentes opções para quitação da dívida, como parcelamento em cheque e cartão de crédito, com assinatura de confissão de dívida. Se esse processo for online, reduz custos administrativos e diminui a resistência do aluno.

cobranca recorrente

Implementar todas essas medidas exige organização e planejamento. Mas a tarefa fica bem simples se você contar com uma plataforma robusta de gestão de pagamentos recorrentes, como a Vindi, que automatiza grande parte desses processos.

Continue Reading
Click to comment

Artigos

Guerra das assinaturas à vista! Disney, Netflix e Amazon vão travar uma batalha.

Published

on

netflix guerra

Não é de hoje que Netflix e Amazon (com o Prime) brigam pela maior fatia de produtos recorrentes dentro de seus ecossistemas. Mas, segundo reportagens de CB Insights e outros veículos, a guerra da cobrança recorrente será travada numa tríade: Netflix, Amazon e…Disney.

A guerra das assinaturas

A “subscription war” é iminente. Com a Disney comprando todas produtoras e marcas famosas, ela tem um canhão para trazer muita receita recorrente para dentro do grupo. A Marvel, Star Wars e o universo Pixar (todas adquiridas pela Disney) podem ser grandes catapultas para o serviço de assinaturas que a empresa vem planejando distribuir no mundo.

Com mais de 100 milhões de assinantes no mundo, Netflix pode ter um gigante de peso à vista. Primeiro, porque a Disney tem um universo próprio de títulos, séries e marcas. Segundo, que pode dificultar (e muito) a distribuição de produtos Disney dentro de Netflix e Amazon.

A briga entre Amazon, Netflix e Disney ainda pode ter um ambiente ainda mais hostil, com Youtube e Spotify apostando em formatos de streaming e vídeos por assinatura. O nome do serviço da Disney? Disney Life.

Vem bastante coisa pela frente.

Continue Reading

Artigos

Todas empresas procuram a tão desejada receita recorrente!

Published

on

receita recorrente

Ter uma receita recorrente dentro de casa é o sonho de todos empreendedores e empresas. Ter uma receita garantida (ou previsível) é a busca de 10 em cada 10 empresas. Mas como as empresas que encontram esse modelo, conseguem viabilizar isso?

A receita recorrente nada mais é do que vender e faturar através de planos, mensalidades, assinaturas e compras recorrentes. Mais quais os principais desafios para se montar um negócio desses, de forma simples?

Faturamento previsível e receita recorrente

Diante de tanta concorrência, momentos econômicos instáveis e mudança de perfil dos consumidores, a grande busca das empresas é continuar sobrevivendo num ambiente de alta competitividade. Mercados como o dos americanos, chineses e alguns europeus (mais maduros que o nosso) também lutam para encontrar esse estágio, porém em complexidades menores, em termos de infraestrutura e capital.

Os principais desafios encontrados por empresas em construir uma receita recorrente são:

  • Produto/serviço não aderente (não tem características de serem de consumo recorrente);
  • Logística (o Brasil tem grande gargalo para negócios recorrentes de produto);
  • Economia (momentos instáveis impactam no poder de consumo da população);
  • Modelo de aquisição de cliente frágil (tem que ser escalável);
  • Capital (ou falta dele).

Conhecemos muito desafios, mas esses são sem dúvida, os principais para ter um negócio altamente escalável e de receita recorrente sustentável. No Brasil, com ambientes de concentração, oligopólios e desafios como esses, alguns players conseguem liderar mercados usando a receita recorrente para sobreviver melhor crises financeiras, planos econômicos e problemas de gestão.

Ter uma receita recorrente é sonho para alguns, mas realidade para muitos outros. Exemplos de empresas que faturam e consegue criar uma estratégia de sustentabilidade do faturamento com cobrança recorrente:

  • Totvs;
  • Movile;
  • Apple;
  • Google;
  • Amazon:
  • Bluefit:
  • Empiricus;
  • Playkids;
  • TagLivros;
  • Sem Parar;
  • Resultados Digitais;
  • Neoway
  • Entre outros grandes cases.

Vale conhecer e estudar os modelos existentes em diversos segmentos no país.

Quer aprender a ter uma receita recorrente? Participe do evento “Recorrência“.

recorrencia

Continue Reading

Artigos

SaaS, recorrência e receita previsível em vídeo da Alura

Published

on

saas recorrencia

A Vindi foi convidada pela Alura para falar de SaaS, recorrência e receita previsível, o tema preferido das empresas recorrentes.

O vídeo de 9 minutos ficou bem legal. São 9 minutos didáticos sobre os modelos recorrentes que empresas de software, aplicativos e clubes usam para crescer.

Continue Reading

Avalie sua empresa

cobranca recorrente

Trending