Connect with us

Cobrança Recorrente

Como fazer cobrança recorrente? Passo a passo completo!

Published

on

como fazer cobranca recorrente

Se você já ouviu falar sobre a Economia da Recorrência e quer saber como fazer cobrança recorrente dentro da sua empresa, neste post você verá tudo sobre esse tema!

Além disso, falaremos sobre as vantagens desse modelo de pagamento para o seu negócio, e o que é realmente indispensável para garantir um crescimento com escalabilidade.

Portanto, leia até o final e anote todas essas dicas, que com certeza serão importantes para quem quer se tornar um negócio recorrente!

O que é cobrança recorrente

A cobrança recorrente é o modelo de pagamento que mais cresce em adesão no Brasil e no mundo. Até mesmo em grandes empresas tradicionais, a economia das assinaturas já está ganhando espaço, mas esse movimento começou lá fora.

Basicamente, uma cobrança recorrente pode ser definida como toda e qualquer mensalidade, assinatura ou plano. Dessa forma, essa cobrança é feita de forma automática, pelo cartão de crédito ou débito automático e, na maioria das vezes, possui renovação automática ou periódica.

Você provavelmente já experimentou a cobrança recorrente no seu dia a dia. Basta pensar na assinatura de um clube que gosta, no streaming de filmes e séries, streaming de áudio e até mesmo a conta do celular.

No entanto, a cobrança recorrente não é só uma facilitadora para o consumidor, que cada vez mais espera essa modalidade de pagamento. Existem muitas vantagens para empresas se beneficiarem também, e você pode ler cada uma delas neste artigo do nosso blog.

Portanto, se você quer agilidade nos processos, automação do seu sistema financeiro, previsibilidade financeira, redução da inadimplência e um crescimento sustentável, é hora de pensar na cobrança recorrente para o seu negócio!

Como fazer uma cobrança recorrente

Existem alguns segredos em comum nas empresas recorrentes de sucesso, e que podem te ajudar a ter mais efetividade na implementação desse modelo de pagamento.

Tenha um produto de consumo recorrente

Não adianta tentar vender um produto ou serviço que não seja consumido ou comprado de forma recorrente. No entanto, a boa notícia é que muitos serviços e muitos produtos podem entrar nessa lista.

Além disso, quando um cliente vê valor no que sua empresa está oferecendo, esse comportamento de consumo pode ser criado. Portanto, a proposta de valor é o primeiro passo para ter sucesso com a cobrança recorrente.

Conheça seu ICP

Seu Perfil de Cliente Ideal (ICP) vai direcionar todas os esforços e as estratégias do seu negócio, e descobrir quem é esse público vai te ajudar a ter mais foco e consistência em todas as áreas da empresa.

Dor isso, se até hoje você estava tentando alcançar todos os tipos e perfis possíveis de clientes, talvez seja o momento de pensar se essa estratégia está realmente trazendo faturamento.

Distribua seus produtos ou serviços em planos

Depois de entender quais produtos são recorrentes e conhecer seu cliente ideal, é hora de criar seus planos.

Aqui, é fundamental que eles tenham flexibilidade e valores agregados em cada um. Pense em, no mínimo, três tipos de plano, com vantagens e descontos maiores para assinaturas de longo prazo. Eles certamente trarão mais previsibilidade à sua empresa.

Além disso, também é importante pensar na possibilidade de trial ou da oferta de um modelo de vendas Freemium, onde o cliente consegue testar seu serviço, ou parte dele, por um período determinado.

Nem tente cobrar clientes inadimplentes manualmente

Se a ideia é otimizar sua gestão financeira, não faz sentido continuar cobrando faturas em aberto e atrasadas com ligações ou e-mails escritos manualmente.

Manter seu sistema de cobrança dessa forma é um desperdício de tempo, dinheiro e, inclusive, pode implicar em falhas humanas que uma automação não teria.

Portanto, para resolver esse desafio, vamos para o último passo.

Automatize sua gestão de pagamentos e de cobrança

Ter um parceiro que ofereça uma plataforma completa para o seu negócio é muito importante na hora de entender como fazer cobrança recorrente.

Com um time especialista no mercado de pagamentos e que saiba como cuidar do seu faturamento com segurança e praticidade, você tem mais liberdade para focar nas estratégias de aquisição, retenção e crescimento do negócio.

Além disso, essa plataforma também precisa contar com a automação de cobranças a clientes inadimplentes, fazer integrações com antifraudes do mercado e com plataformas de gerenciamento do seu site.

Conheça a Vindi

A Vindi é a plataforma de gerenciamento de pagamentos e de cobrança mais completa do mercado, com funcionalidades e ferramentas que fazem dela a melhor solução para quem está se perguntando como fazer cobrança recorrente.

Além disso, também é oferecido o maior gateway de pagamento independente do país. Com ele, você tem vantagens para o seu negócio como a multiadquirência e maior poder de negociação nas suas mãos.

Portanto, se você quer conhecer mais sobre essas soluções, clique aqui e descubra agora mesmo!

Cobrança Recorrente

Billing: o que é, importância e como automatizar o faturamento

Published

on

billing cobranca recorrente

Um bom billing pode trazer inúmeros benefícios para o crescimento sustentável do seu negócio.

Além disso, se você trabalha com a cobrança recorrente dentro da sua empresa e está internalizando essa parte do processo, provavelmente está perdendo tempo e dinheiro.

Portanto, neste artigo você entenderá a importância de ter um processo de faturamento automatizado e como fazer isso agora mesmo!

O que é billing

Basicamente, billing é um sistema de cobrança. Ele pode ser usado para cobrar tarifas, serviços, planos, faturas e tudo o que estiver ligado ao faturamento do seu negócio.

Além disso, é esse sistema que fica responsável pela segurança das suas transações, deixando toda a cadeia produtiva financeira mais aplicável e muito mais ágil. Você vai entender como nos tópicos seguintes.

No entanto, billing não é um tema que começou a ser discutido só agora. Empresas de telefonia, de canais à cabo e até mesmo os grandes sites de hospedagem tem um grande desafio com gerenciamento de billing.

Quando falamos de uma cadeira de faturamento completa, com várias opções de pagamento, gestão de cobranças e interface com bancos, bandeiras e adquirentes, precisamos entender daquela complexidade.

E sim, uma empresa pode fechar as portas por não ter um billing adequado, que funcione perfeitamente e seja seguro.

Qual a importância do billing para as empresas

Se a sua empresa está se baseando na Economia da Recorrência para faturar, o billing é ainda mais essencial. 

A otimização do processo, resultado da automação, é o primeiro ponto que podemos destacar. 

Você sabe quanto tempo demora para que a sua equipe financeira consiga encontrar um cliente, gerar um boleto ou identificar os dados do cartão, enviar, esperar que aquela fatura seja paga e receber seu dinheiro?

Com um sistema de cobrança, esse tempo é reduzido, no mínimo, pela metade. E a quantidade de pessoas envolvidas nesse processo também é muito menor.

Além disso, automação do processo de cobrança também reduz a possibilidade de erros, que são muito mais comuns quando o faturamento é gerenciado manualmente. 

Isso pode até não fazer sentido se você tiver algumas dezenas de clientes, mas se você quer atender milhares e milhões de clientes, saiba que deixar esse processo dentro de casa é impossível.

Dessa forma, internalizar o billing não é uma opção sustentável. Pensar em parcelamentos, conciliações, campanhas de desconto, logística, fraudes, inadimplência, cobrança e outros fatores só é possível com a ajuda de um parceiro especialista do negócio.

E essa parte, pode sim ser resolvida pela tecnologia! Portanto, se você tem problemas com esse gerenciamento ou está pensando em crescer com muito mais sustentabilidade, automatize seu faturamento.

Billing: como automatizar o faturamento

Alguns caminhos podem te ajudar a ter um billing completo e totalmente eficiente. Esse investimento em automação, que retornará em pouco tempo para o seu negócio, é fundamental para:

  • Te dar visibilidade do processo como um todo
  • Reduzir tempo de conciliação
  • Ter mais segurança nas transações
  • Cobrar clientes inadimplentes automaticamente
  • Acabar com as falhas humanas dentro do processo
  • Escalar seu faturamento precisando apenas de um time enxuto
  • Melhorar a eficiência do seu time financeiro
  • Reduzir o Churn involuntário

E muitos outros benefícios! Agora, vamos entender como é possível dar o primeiro passo para automatizar o faturamento da sua empresa?

Tenha uma plataforma de gestão de recebíveis robusta

O primeiro passo, como já dissemos aqui, é ter um parceiro que ofereça uma solução completa para gerenciar seus recebíveis.

Além disso, ter um especialista em billing te dá muito mais confiança para deixar uma parte tão importante do negócio nas mãos de uma outra empresa.

É essa plataforma que vai te ajudar a atender mais do que dezenas de clientes e chegar aos milhares.

Automatize a cobrança das faturas em aberto e já vencidas

Pare de cobrar seus clientes pelo telefone e de deixar essa parte do processo com tanta fricção. Automatizando essa parte, seus clientes entrarão em uma régua de cobrança completa, recebendo alertas por e-mail e SMS.

Além disso, automatizar também é sinônimo de prevenção! Isso porque, na régua de cobrança, seu cliente é avisado antes do vencimento de uma fatura. 

Da mesma forma, existem outras ferramentas, como a transação de verificação e a retentativa, que são verdadeiras aliadas no combate à inadimplência. É muito mais liberdade para que você consiga investir e olhar para outras áreas do negócio.

Use um gateway de pagamento 

Ter um gateway de pagamento dentro do billing também é importante se você quer garantir segurança e performance das suas transações.

Dessa forma, com um gateway você garante a disponibilidade total do seu serviço, transparência, multiadquirência e inteligência no faturamento. Não contrate uma opção que te ofereça menos que isso.

Garanta uma API com níveis profundos de abstração

Esse é um dos grandes segredos da atuação de um billing. Você precisa ter liberdade para escolher como quer cobrar, e não ficar limitado a essa plataforma.

Você sabe que seu billing está no caminho certo quando ele realmente consegue ser uma solução para as suas cobranças, independente de qual for a sua escolha. 

Por isso, essa API precisa estar pronta para receber integrações, arquitetura de fácil personalização, extração de dados completa e conexão com módulos open sources.

Com essas dicas, automatizar seu faturamento com certeza será muito mais simples do que você imagina!

Portanto, se você gostou deste texto sobre billing e quer conhecer a solução perfeita para a sua empresa, clique aqui e descubra agora mesmo como você pode vender mais e o melhor: vender sempre!

Continue Reading

Cobrança Recorrente

Melhor gateway de pagamento: qual é a melhor opção para e-commerce?

Published

on

melhor gateway de pagamento

Escolher o melhor gateway de pagamento para e-commerce é fundamental para garantir que as vendas da sua loja sejam feitas de forma segura, facilitada e totalmente automatizada.

Por isso, neste post você verá as dicas principais que precisam ser levadas em consideração ao escolher um gateway de pagamento para o seu negócio.

O que é um gateway de pagamento?

Um gateway de pagamento é uma interface que processa pagamentos online com segurança e rapidez.

Em outras palavras, podemos simplificar a explicação dizendo que um gateway tem a função parecida com um maquininha de cartão, só que digital.

Além disso, o gateway também é responsável pela comunicação entre adquirentes, bandeiras, bancos e lojistas.

Com criptografia de alta complexidade e registro das transações, um gateway de pagamento alinhado a uma plataforma de gestão de recebíveis é a melhor forma de vender atualmente no e-commerce.

Portanto, se você já tem um negócio e quer que ele cresça com mais sustentabilidade, o ideal é deixar essa parte com um parceiro especialista, que cuide dessa transação com todo o cuidado.

O que considerar na hora de escolher o melhor gateway de pagamento?

Antes de contratar um gateway de pagamento, é essencial que alguns pontos sejam observados na hora de pesquisar no mercado.

Automatizar sua cadeia de transações e pagamentos é muito importante, já que estamos falando de otimização de tempo, gestão de equipe e praticidade no dia a dia.

Por isso, preste atenção nos seguintes detalhes, que podem fazer toda a diferença:

Multiadquirência

Em primeiro lugar, o gateway de pagamento precisa ter a maior quantidade de integrações e comunicações com as adquirentes do mercado.

Escolher um gateway de pagamento independente é essencial para que você consiga negociar taxas por transação e ter mais poder de venda.

Segurança

A segurança é uma das grandes vantagens de um gateway de pagamento, mas diferente das subadquirentes, eles precisam de integração com recursos antifraude.

Além disso, essa interface também precisa ter a certificação PCI Compliance, uma das mais respeitadas do mercado, e garantir que a transação seja feita com alta criptografia.

Taxas cobradas

As taxas cobradas também podem variar de empresa para empresa, e é importante que você preste atenção nisso.

Dessa forma, leve em consideração se esse gateway cobra por mensalidade, por transação, quais são os custos de implantação, quais são os custos com retiradas e possíveis estornos.

Suporte

Suporte também é essencial, porque é natural que algumas dúvidas possam surgir no meio do caminho, principalmente no começo.

Além disso, nós sabemos a versatilidade do e-commerce e como a rotina de quem trabalha na internet vai muito além do horário comercial.

Integrações

Assim como integrações com antifraude e comunicação com adquirentes no Brasil, um gateway também precisa estar integrado à sua plataforma e-commerce e à plataforma de gestão de pagamentos e de cobrança.

Lembre-se que todo o fluxo de pagamento precisa funcionar da forma mais automatizada possível, porque invasões por hackers, fraudes e falhas podem fechar as portas da sua loja virtual.

Checkout de pagamento

Por último, temos a página de checkout de pagamento, responsável por mais de 30% da efetivação das vendas no e-commerce brasileiro.

É fundamental que sua página de pagamento tenha checkout transparente e que seja personalizada com a identidade da sua marca.

Da mesma forma, redirecionamentos para outras páginas, ainda comuns no serviço das subadquirentes, não são bem vistas pelos clientes.

Portanto, tenha em mente que é essencial ter uma boa página de pagamentos, com várias opções para o cliente (como boleto e cartão de crédito). Além disso, peça somente informações realmente necessárias.

Qual o melhor gateway de pagamento do mercado?

Nesse cenário, a opção mais completa e robusta do mercado é o gateway de pagamento da Vindi, o maior gateway independente do país.

O gateway da Vindi faz parte da plataforma completa de gestão de pagamentos e de cobrança. Uma solução perfeita para a sua plataforma e-commerce e que garante sustentabilidade para o seu negócio.

Se você gostou deste conteúdo sobre o melhor gateway de pagamento e quer conhecer as soluções de pagamento para e-commerce que a Vindi oferece, clique no banner e saiba mais sobre como é possível vender mais e sempre!

banner do texto de melhor gateway de pagamento

banner blog institucional vindi 01

Continue Reading

Cobrança Recorrente

Fraude do boleto bancário: como empresas se previnem?

Published

on

hacker no computador

A fraude por boleto bancário é uma prática que vem aumentando a cada ano. Um levantamento feito pelo TechTudo, no site do Reclame Aqui, mostrou um aumento de 42% no número de golpes no primeiro semestre de 2019 com relação ao mesmo período de 2018.

Por ser um método de pagamento muito utilizado pelos brasileiros, é preciso que as empresas fiquem atentas a esse tipo de fraude e reforcem a segurança, tanto para seus negócios, quanto para seus clientes.

Por isso, separamos algumas dicas sobre como é possível se prevenir do golpe do boleto bancário. Confira.

O que é fraude em boleto eletrônico

A fraude em boleto eletrônico acontece quando o cliente realiza o pagamento do produto, o dinheiro sai de sua conta, mas nunca chega para a empresa que realizou a venda.

Isso ocorre quando, em um ambiente digital, os fraudadores realizam a alteração do código de barras e colocam os dados bancários de uma conta terceira, que é pra onde o dinheiro será desviado.

Quando isso acontece, a instituição financeira é obrigada a arcar com os prejuízos. Isso acontece porque ela é responsável pela segurança desse ambiente digital.

Mas, como os golpistas conseguem realizar esse tipo de fraude? Será que é possível proteger o site da minha empresa de ataques como esse? Veja a seguir.

Como as fraudes acontecem

Como citamos acima, os fraudadores se aproveitam de falhas nos ambientes digitais de pagamento para realizar a fraude na hora da emissão do boleto, fazendo a troca dos dados do código de barra.

O golpe do boleto bancário é comum, pois é um método menos seguro do que o cartão de crédito, por exemplo. Quando um cliente realiza o pagamento via cartão, é possível pedir estorno e reaver o dinheiro, já quando a fraude acontece via boleto, há uma burocracia maior para conseguir a devolução.

Veja os 2 tipos de fraude via boleto mais comuns.

Vírus do boleto

Um vírus é instalado no computador e consegue alterar o valor do boleto, assim como os dados de conta recebedora, por exemplo.

Por isso, é importante sempre ter um antivírus atualizado na sua máquina.

Vendedor falso

É comum que falsos vendedores anunciem produtos em marketplaces, mas, na hora de realizar a cobrança, oferecem descontos maiores se o pagamento for realizado via boleto e através de outras plataformas, como WhatsApp, por exemplo.

Os fraudadores induzem o cliente a sair de um ambiente seguro e aplicam o golpe do falso boleto.

Como evitar esse tipo de fraude

Mesmo com o alto crescimento deste tipo de golpe, listamos algumas dicas que ajudam evitar a fraude dos boletos tanto para clientes, quanto para as empresas.

Confira os dados do boleto

É importante observar os dados emitidos no boleto. Por exemplo, se o nome da empresa está correto ou se o valor está de acordo com o combinado.

Em caso de cobranças recorrentes, como mensalidade escolar, onde o valor cobrado mensalmente é sempre o mesmo, se houver alguma alteração de preço, é preciso ficar atento.

Essas pequenas alterações sem justificativa são características de um boleto falso.

Realize a leitura automática do código de barras

Os boletos que tiveram o código de barras adulterado, não conseguem ser identificados pelo leitor da câmera do celular ou do caixa eletrônico, assim, o cliente é obrigado a digitar os números na hora de realizar o pagamento.

Sempre que o leitor não reconhecer o código, desconfie e confira todos os dados emitidos naquele boleto.

Baixe o boleto direto do site

Faça o download do boleto direto do site do banco ou da empresa que realiza a emissão do mesmo. Evite o pagamento de boletos que chegam via e-mail, WhatsApp ou via correspondência física.

Certifique-se que o site é seguro

Essa dica serve tanto para os clientes, quanto para os lojistas. É preciso estar sempre com o certificado de segurança, o famoso HTTPS, atualizado.

Isso dificulta que os fraudadores consigam aplicar o golpe, pois aumenta a segurança do site.

Escolha uma plataforma de emissão de boleto segura

Se você é lojista e quer dar a opção de pagamento via boleto, certifique-se que a plataforma que você escolheu para realizar a emissão é segura. Para isso, confira se a empresa possui o certificado de PCI Compliance.

Por exemplo, a plataforma da Vindi, que é certificada no nível máximo de segurança, permite que você emita boletos de forma automática, rápida e segura. Além de inúmeros outros benefícios para realizar cobranças de forma recorrente de forma inteligente.

Para saber mais sobre os serviços da Vindi, clique aqui para falar um dos consultores.

Continue Reading

Conheça a Vindi

cobranca recorrente

cobrança reccorente

Trending