Connect with us

Artigos

Como a Vindi atende telecom e grandes desafios de billing

Published

on

billing telecom

O esquema de faturamento de clientes nas operadoras não é um processo simples em nenhum lugar no mundo, mas pode ser ainda mais complicado no Brasil devido às particularidades do padrão contábil e fiscal. Até mesmo por isso, as plataformas de gestão de cobrança adaptadas ao País costumam ser caras, tornando-se inviáveis para players menores. A proposta da companhia brasileira Vindi é preencher essa lacuna com o que chama de “segmento de economia de recorrência”, oferecendo uma ferramenta para flexibilizar preços, diminuir inadimplência, acompanhar recebimentos e oferecer preços que equivalem a 10% do custo de uma solução estrangeira.

O CEO e fundador da empresa, Rodrigo Dantas, afirma que identificou o gargalo há cerca de um ano. Ele explica que cada contrato de assinatura de cliente conta com diversos tipos de serviços, como ligações normais, de longa distância e créditos ou multas, além dos impostos que incidem sobre as tarifas. “As ferramentas estão disponíveis no mercado com preços absurdos, que só podem ser contratadas por (empresas de) telecom de grande porte”, diz, referindo-se à soluções como a da Amdocs e NetCracker. Ele explica que as empresas brasileiras, sejam para serviços móveis ou fixos, e que atuam no segmento corporativo (B2B), costumam ter dificuldades. “Nenhuma delas consegue usar produtos de mercado desenvolvidos na Europa, Estados Unidos e Japão, que são caros. Eles não conseguem chegar na ponta com uma oferta razoável”.

Dantas garante que a concorrência não consegue atuar com o consumidor final por não conseguir ter informações e nem fazer coletas. “Foi pensando que eles não conseguem ter uma ferramenta de backoffice que surgiu nossa ideia de criar o Vindi”, lembra. O executivo garante que a solução cobre mais aspectos do que o recente lançamento da Amdocs, em versão Express para exatamente o mesmo mercado. “Eu desconheço no Brasil teles de médio porte usando Amdocs, porque no final o software vai ser mais barato, mas precisa ter toda a infraestrutura; a equipe de suporte é a mesma e é cara; é (um sistema) fechado, que dificilmente consegue ter agilidade e leveza para atender menores”, declara.

Ele argumenta que as soluções internacionais não conseguem aplicar a cobrança na última milha. “Ele diz que vai pagar, mas não consegue emitir a nota fiscal considerando ICMS, ISS, as retenções de imposto que a gente tem de ter. Não consegue gerar boleto, conciliação e cobrar no cartão de crédito como algumas empresas que têm interesse em B2C e não têm backoffice”, detalha. Outro problema é o sistema legado das incumbentes, que ainda se valem de tecnologias antigas, como mainframe.

Processo lento não existe na Vindi 

A Vindi tem no momento contato com 17 empresas que estão fazendo primeiros testes. “O segmento de PMEs é complicado, o processo de venda e implementação é lento. A gente ainda precisa rodar um ou dois meses com dois sistemas em paralelo para que não fique nenhum detalhe de fora”, diz. Outro atrativo, garante, é o custo. “Enquanto grandes empresas cobram de R$ 7 milhões a R$ 10 milhões, o nosso sai por R$ 15 mil a R$ 50 mil, e envolve tudo. Representamos 90% de economia.”

O investimento na plataforma, até o momento, foi de R$ 1,5 milhão para o desenvolvimento. “Foi basicamente (um gasto) com pessoas, um time grande; as licenças dos softwares que compramos; e P&D”, diz Rodrigo Dantas. A equipe da Vindi acabou indo para os Estados Unidos e Europa para pesquisar as plataformas que empresas de médio porte utilizavam. A ideia é que, em cerca de dois anos, a empresa comece a exportar a própria solução. A companhia já atua em outros mercados, mas está entrando no setor de telecomunicações agora. “Imagino que, em quatro ou cinco meses, a gente termine o ciclo de análises e comecemos a ter receita”, estima o executivo.

Artigos

O que é cobrança recorrente e para que ela serve?

Published

on

cobranca recorrente

Um assunto que é sempre abordado aqui, no blog, é a cobrança recorrente. Afinal, essa é nossa especialidade: nós oferecemos uma plataforma voltada exatamente para a gestão de cobranças recorrentes. Mas é possível que alguns de nossos leitores ainda não tenham uma ideia clara, uma noção precisa do que este termo significa. Portanto, neste artigo vamos entender juntos a definição de pagamento recorrente, além de ver alguns exemplos de negócios em que esta definição pode ser útil.

O que é cobrança recorrente?

Podemos encaixar nesta definição qualquer pagamento que é feito de maneira automática e regular de um plano, mensalidade e assinatura. Geralmente, o comprador dá a permissão para a primeira cobrança, e as subsequentes passam a ser realizadas nos mesmos termos de periodicidade e valor (podendo haver reajustes, após um certo período). Essa modalidade de cobrança é muito usada por empresa no modelo SaaSsoftware como serviço. Este processo continua até que o comprador solicite o cancelamento do produto ou serviço; ou até que um determinado prazo tenha expirado. Na maioria dos casos, a cobrança recorrente é realizada via cartão de crédito, embora o débito automático e o boleto bancário também seja uma possibilidade.

O que não é cobrança recorrente?

Compras únicas não entram nesta categoria, mesmo que a compra tenha sido parcelada, pois pagamentos recorrentes implicam na entrega também recorrente de um produto ou serviço. Por exemplo, se você comprar uma TV e parcelar em 10x no cartão, não podemos dizer que esteja ocorrendo uma cobrança recorrente (que também é chamado de pagamento recorrente), pois o produto é entregue apenas uma vez e pronto.

Além disso, compras feitas via boleto bancário também não são consideradas uma forma de cobrança recorrente, porque esta forma de pagamento não atende ao critério de ser “automático”. O carnê depende do cliente ativamente realizar o pagamento.

Quais são os melhores exemplos de negócios que podem usar o modelo de cobrança recorrente?

Basicamente, qualquer tipo de negócio que possa oferecer uma assinatura. Isso inclui assinaturas de revistas, de TV a cabo, de internet, de telefone, de academia. Note que, em todos estes casos, o produto ou serviço é entregue continuamente.

Muitos softwares ou serviços digitais oferecem assinaturas, e este é um ramo em que o modelo de pagamento recorrente funciona muito bem. Por exemplo, se você comprar um espaço de armazenagem em nuvem, terá de pagar uma taxa mensal cobrada automaticamente.

cobranca recorrente

Cobrança recorrente é a modalidade automática de recebimento.

Esse exemplo pode parecer estranho, pois o espaço de armazenagem é entregue apenas uma vez; ele permanece o mesmo nos meses seguintes, ou seja, você não está recebendo novos megabytes a cada mês. Porém, o caso de empresas SaaS (Software as a Service) é diferente; neste caso, você não está comprando o “produto” megabytes, mas sim o “serviço” armazenagem, que será realizado continuamente até que sua assinatura expire.

Um tipo de negócio que surgiu recentemente e tem alcançado sucesso com o modelo de cobrança recorrente é a assinatura de caixas surpresa. O cliente se inscreve e recebe, periodicamente, uma caixa com produtos diversos de algum tema. Existem assinaturas de caixas surpresa de livros, de maquiagem, de alimentos saudáveis, entre muitos outros temas.

“Qualquer pagamento que é feito de maneira automática e regular de um plano, mensalidade e assinatura. Geralmente, o comprador dá a permissão para a primeira cobrança, e as subsequentes passam a ser realizadas nos mesmos termos de periodicidade e valor (podendo haver reajustes, após um certo período).”

Por fim, vamos dar mais um exemplo que está na moda: a compra de refeições saudáveis prontas. Como esse é um produto entregue continuamente, as empresas que trabalham neste ramo também podem utilizar as cobranças recorrentes com grande sucesso.

A cobrança recorrente garante mais segurança para sua empresa, pois reduz os níveis de inadimplência; e mais praticidade para os clientes, já que a cobrança é automática. Essa é uma opção que pode ser implementada de maneira simples e promete melhorar seus resultados em vendas.

Como a cobrança recorrente pode agilizar a rotina da empresa

Muito se tem falado sobre o modelo de cobrança recorrente e seus respectivos benefícios para empresas de qualquer nicho e porte. E dentre os diversos benefícios, é possível destacar a maneira como os pagamentos recorrente podem agilizar a rotina da empresa.

Cobrança recorrente: O que ela pode fazer pela rotina da minha empresa?

Acompanhe os detalhes a seguir e conheça os principais pontos onde sua empresa passa a ganhar desempenho com a otimização de processos ao optar pelo modelo de cobrança recorrente.

Facilidades nas cobranças: Com uma ferramenta de cobrança recorrente é possível automatizar todo o processo de cobrança dos seus clientes, disponibilizando boletos via internet ou enviando-os via e-mail alguns dias antes do vencimento. Esta prática também tende a auxiliar os consumidores, que terão maior comodidade na hora de pagar suas faturas.

A cobrança recorrente via cartão de crédito também é outro exemplo que proporciona muitas facilidades, pois as cobranças são descontadas mensalmente do cartão dos clientes sem gerar trabalho para a empresa e para o consumidor.

Lembretes Automáticos: Clientes esquecidos são comuns em todo negócio, mas sem um sistema de cobrança recorrente automatizado a empresa pode ter um grande trabalho na hora de lembrá-los de suas pendências.

Por outro lado, com a cobrança recorrente é possível programar e enviar alertas automáticos no e-mail do cliente juntamente com o link para baixar o boleto para que ele não se esqueça do vencimento de sua fatura. Desta forma, torna-se mais fácil para a empresa que também irá reduzir sua taxa de inadimplência e evitará cancelamentos de assinaturas.

Cálculos automáticos: Quando um cliente atrasa o pagamento de um boleto, é muito comum haver a cobrança de juros e multas. Mas já pensou como seria fazer todo o cálculo de forma manual e até mesmo destinar um colaborador ou até mesmo uma equipe somente para esta tarefa em sua empresa?

Com a cobrança recorrente, o processo é todo online e o cálculo de multas e juros é feito de forma automática, sem que sua empresa tenha que se preocupar com esta tarefa.

Economia de mão de obra: Com tanta automação, a cobrança recorrente pode agilizar a rotina da sua empresa também em outros setores. Isto significa que alguns colaboradores deixarão de estar sobrecarregados cobrando clientes, gerando boletos, enviando e-mails ou calculando multas, por exemplo, e assim poderão ser úteis em outras atividades do negócio que exigem melhorias.

Facilidade de mensuração: Extrair relatórios, criar gráficos e mensurar resultados para obter maior controle de mensalidades nem sempre é uma tarefa fácil. Mas com uma ferramenta de cobrança recorrente é possível emitir relatórios gerenciais em poucos cliques, possibilitando assim um panorama das contas a receber, controle de recebimentos, facilitando até mesmo na tomada de decisões para melhorar ainda mais a gestão de pagamentos. Métricas SaaS como churn rate, LTV entre outras, são facilmente controladas pela plataforma da Vindi.

Vale lembrar que quanto maior for a agilidade na mensuração dos dados, mais prático será na hora de tomar decisões em prol do negócio.

Automatizar processos e agilizar a rotina dos negócios é muito mais do que uma necessidade interna das empresas, pois o simples fato de ter tarefas no automático e ao mesmo tempo facilitar a experiência do consumidor, acaba se tornando um grande diferencial competitivo.

Conforme vimos, o modelo de cobrança recorrente, quando implantando em uma empresa, pode trazer grandes vantagens na otimização de processos de cobrança. Portanto, conte com a Vindi na hora de implantar um sistema de pagamentos recorrente em seu negócio.

cobrancarecorrente

10 benefícios da cobrança recorrente

Fidelizar clientes, aumentar os lucros e ter maior controle das finanças é somente alguns dos desejos de todo empresário. Mas você sabia que isto pode ser alcançado implantando um modelo de cobrança recorrente na sua empresa?

Confira a seguir 10 benefícios de se optar pelos pagamentos recorrentes em seu negócio:

1. Redução da inadimplência

Com o recebimento de faturas sempre em dia, aumentam-se as chances dos clientes pagarem sempre dentro do prazo. Além disso, algumas plataformas de cobrança recorrente disponibilizam avisos periódicos para lembrar aqueles clientes mais esquecidos. Outra opção que vale a pena ser lembrada é a cobrança recorrente via cartão de crédito, onde é realizado o pagamento automático mensalmente na data acordada entre a empresa e o cliente.

2. Automação

Outro benefício muito importante para a empresa é o processo de automação das cobranças, já que tudo é feito de forma automática, minimizando esforços da equipe financeira e até mesmo reduzindo possibilidades de erros no processo de cobrança.

3. Previsão de lucros mais transparente

Com o modelo de cobrança recorrente, a empresa consegue prever o quanto irá ganhar em determinado período. Desta forma, é possível projetar os lucros e ter maior controle dos gastos da empresa.

4. Fidelização de clientes

Optar pela cobrança recorrente também ajuda a manter os clientes por perto, efetuando pagamentos com regularidade. Ao contrário do modelo tradicional, onde o consumidor compra na sua loja e só volta daqui a alguns meses, no modelo de cobrança recorrente torna-se mais fácil criar um relacionamento e se tornar mais próximo do consumidor.

5. Possibilidade de inovar nos negócios

Quem atua com uma empresa física ou uma loja virtual também pode inovar ao optar pela cobrança recorrente. Com a criação de um clube de assinaturas, por exemplo, é possível atender as necessidades de um novo público e aumentar ainda mais o faturamento da empresa.

6. Aumento de valor agregado do produto

Dependendo do tipo de produto ou serviço que sua empresa comercializa, ao optar pelo modelo de cobrança recorrente é possível oferecer versões de teste, descontos especiais, períodos gratuitos, upgrades temporários entre outros benefícios. Com isso, é possível investir cada vez mais em seus clientes, sem aumentar os riscos. Desta forma, sua empresa passa a reter seus clientes por mais tempo, além de gerar um alto nível de satisfação.

7. Melhor controle financeiro

Com um modelo de cobrança recorrente implantado, a empresa também contará com um melhor controle das contas a receber, o que também ajudará na gestão do fluxo de caixa. A prova disso é que sabendo as datas de entrada de pagamentos, torna-se possível realizar projeções mais realistas.

8. Agilidade e economia de tempo

Além de facilitar a vida do time financeiro, a cobrança recorrente também auxilia na economia de tempo, justamente por automatizar grande parte das tarefas. Com esta vantagem, a empresa poderá focar mais tempo em outras preocupações e compromissos a serem cumpridos.

9. Crescimento sustentável

Outro grande benefício do modelo de cobrança recorrente é a possibilidade de se basear em uma receita pré-determinada, que vai se expandindo gradativamente. Se hoje a empresa conta com 20 assinantes e no próximo mês ela conquista mais dez, então o total serão de trinta clientes. Assim, a receita do mês anterior continuará entrado e será adicionada por mais dez novas cobranças.

10. Melhor controle de demanda

Quem realiza a venda de produtos sabe que mercadorias paradas em estoque representam prejuízos para a empresa. No entanto, quando se atua com a cobrança recorrente é possível gerenciar o estoque de maneira mais eficiente com base no número de clientes recorrentes. Desta forma, baseando-se na quantidade de clientes, fica mais fácil e a empresa não peca pelo excesso e nem pela falta de produtos em estoque.

Diversas empresas já estão usufruindo dos benefícios que a cobrança recorrente tem gerado para os seus negócios. E independente do seu segmento, porte ou tipo de negócio, vale a pena avaliar a possibilidade de implementar este modelo em sua empresa.

Nós da Vindi, somos especialistas em cobranças recorrentes e disponibilizamos uma plataforma inovadora para transformar o seu negócio através da recorrência.

Quer conhecer melhor os maiores cases recorrente do Brasil e do mundo? Acesse nosso estudo abaixo.

recorrencia

E você, pretende desfrutas desses e de outros benefícios que a cobrança recorrente tem a oferecer? Conte com o apoio da Vindi.

Continue Reading

Artigos

Principais dores de negócios de assinaturas

Published

on

negocios de assinatura

Esse é um post simples e didático sobre as principais dores de se ter e fazer a gestão de um negócio de assinaturas.

Ter a gestão de uma carteira de assinantes, não é simples e não é mais fácil do que gerenciar uma operação de vendas pontuais, como a maioria das pessoas acha que é. Ter clientes recorrentes é desafiador. O cliente se sente freguês, exige mais, critica, dá feedbacks, se sente parte de um clube e a gestão de serviços e envio de produtos, se torna um grande ativo para qualquer tipo de negócios de assinatura. Mas quais são os principais desafios?

Principais desafios de negócios de assinaturas

  • Controle de renovações: ter o cliente todo mês, pagando sua cobrança recorrente e renovando é uma das grandes ciências desse modelo.
  • Churn Rate: segurar o índice de cancelamento é outra grande dor. Principalmente o churn involuntário.
  • Acompanhar métricas saas: muitos negócios de assinaturas sofrem por não ter à vista a gestão de dados e análises em tempo real de todos os números.
  • Engajar o cliente: ter o famoso “sucesso do cliente” é outro grande desafio para gestores de um negócio de assinaturas.
  • Escalar o produto: crescer é sinônimo de adquirir clientes de forma sustentável. É uma das outras ciências de negócios de assinaturas e recorrentes.

Quer conhecer o modelo de combate à inadimplência do Spotify? Clique aqui.

Continue Reading

Artigos

Guerra das assinaturas à vista! Disney, Netflix e Amazon vão travar uma batalha.

Published

on

netflix guerra

Não é de hoje que Netflix e Amazon (com o Prime) brigam pela maior fatia de produtos recorrentes dentro de seus ecossistemas. Mas, segundo reportagens de CB Insights e outros veículos, a guerra da cobrança recorrente será travada numa tríade: Netflix, Amazon e…Disney.

A guerra das assinaturas

A “subscription war” é iminente. Com a Disney comprando todas produtoras e marcas famosas, ela tem um canhão para trazer muita receita recorrente para dentro do grupo. A Marvel, Star Wars e o universo Pixar (todas adquiridas pela Disney) podem ser grandes catapultas para o serviço de assinaturas que a empresa vem planejando distribuir no mundo.

Com mais de 100 milhões de assinantes no mundo, Netflix pode ter um gigante de peso à vista. Primeiro, porque a Disney tem um universo próprio de títulos, séries e marcas. Segundo, que pode dificultar (e muito) a distribuição de produtos Disney dentro de Netflix e Amazon.

A briga entre Amazon, Netflix e Disney ainda pode ter um ambiente ainda mais hostil, com Youtube e Spotify apostando em formatos de streaming e vídeos por assinatura. O nome do serviço da Disney? Disney Life.

Vem bastante coisa pela frente.

Continue Reading

Avalie sua empresa

cobranca recorrente

Trending