Connect with us

Notícias

Clubes de assinatura: a salvação das editoras

Published

on

Segundo pesquisa da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) o setor editorial diminuiu 25% nos últimos 13 anos. Os motivos para essa queda no mercado são inúmeros, mas muitas editoras estão inovando em seu modelo de negócios e conseguindo destaque no mercado. Tudo isso, através de clubes de assinatura.

Entendendo a crise

Você já deve ter percebido como os hábitos de consumo se transformam com o passar dos anos, certo? A forma como assistimos filmes, ouvimos música e consumimos conteúdos. Tudo isso, afetou o mercado editorial, mas também não decreta a morte do setor. Apenas faz com que as editoras se reinventem!

Ainda hoje, a forma de comercialização de livros entre editoras e livrarias é arcaico. A editora manda um lote em consignação mas, muitas vezes, as livrarias não têm tanta saída e os exemplares ficam acumulados e sem vender, um estoque inteiro parado.

Clubes de assinatura, a solução

Já contamos aqui no blog como grandes empresas como Nike e Youtube também investem em negócios com cobrança recorrente. E, segundo a ABCom, nos últimos 4 anos houve um aumento de 167% no mercado de clubes de assinatura.

E é assim que algumas editoras estão reinventando. Os clubes de assinatura de livros não oferecem apenas o conforto de receber exemplares diferentes em casa todos os meses. Mas também inovam com brindes exclusivos, conteúdo único no digital, edição de colecionadores e muito mais.

Mas, além de agradar o público, pois acompanha as mudanças no consumo. As empresas que apostam no modelo de cobrança recorrente dão uma verdadeira guinada em seu negócio.

Benefícios da cobrança recorrente

Como citamos acima, a forma em que editoras e livrarias fazem negócio é ultrapassada. Causando até um encalhe dos livros. Com o modelo de clube de assinatura e cobrança recorrente, é fácil ter um controle sustentável dos seus produtos.

A fidelização dos clientes através de um clube faz com que você consiga ter uma maior previsibilidade dos lucros. Pois sabe quantos pagantes terá por mês e qual a receita recorrente mensal (MRR) para planejar melhor suas ações.

Cases de sucesso

TAG Livros 

Todos os meses é escolhido um grande nome para fazer a curadoria do conteúdo que será enviado para os assinantes. A TAG também oferece um plano de livros inéditos no Brasil, totalmente traduzidos. Um grande diferencial.

Além dos box mensais, também existe um canal no Youtube com conteúdo exclusivo, um grupo no Facebook e um aplicativo para que os membros troquem opiniões sobre os livros.

Leiturinha

O melhor incentivo à leitura é desde criança. O Leiturinha é um clube que veio para reforçar este conceito, além de estreitar os laços entre pais e filhos.

Além dos livros enviados todos os meses para as crianças, existe um pequeno guia para ajudar os pais a mediar aquela leitura. Mais os conteúdo exclusivos no digital.

Os livros não morreram, apenas o seu modo de consumo mudou. E as empresas precisam estar sempre antenadas nas mudanças para não ficarem para trás e continuarem escalando seus negócios.

Dicas para montar um clube de assinatura

Notícias

Site do Ovo é o grande vencedor do Demoday assinaturas do Recorrência!

Published

on

site do ovo

O grande vencedor do Demoday Assinaturas da 8ª edição do Recorrência foi o Site do Ovo!

Fundado pelo Leonardo Araújo em Salvador, o Site do Ovo já tem 15 franquias espalhadas pelo Brasil, milhares de assinantes e mostrou para um público de 1.000 pessoas e para um juri formado por especialistas, que o modelo de assinaturas criado por eles, mereceu os dois prêmios: do público e do juri. 

site do ovo

Mateus Pestana (Sensedata), Marisa Peraro (Pró-Corpo), Leonardo Araújo (Site do Ovo), Pedro Quintanilha (ME) e Maria Musa (Endeavor) entregaram os prêmios.

“Nada mais recorrente que ovo”

Demoday Assinaturas premia negócio diferente e inovador

Numa votação em tempo real, o público escolheu o case do Site do Ovo como melhor negócio de assinaturas, apresentado no Demoday do evento Recorrência, promovido pela Vindi. Na votação dos jurados Maria Fernanda Musa (Endeavor), Pedro Quintanilha (Mentalidade Empreendedora) e Marisa Peraro (Pró-Corpo), o Site do Ovo também foi o vencedor, levando para casa os dois prêmios de R$5 mil reais no total! O prêmio foi oferecido pelo SaaS de sucesso do cliente, Sensedata.

“Levar para a casa do consumidor o segundo alimento mais saudável do mundo com a comodidade de um serviço online, recorrente e humanizado. Você pode escolher entre ovos brancos, vermelhos, caipira, orgânico e ômega 3, além de ovos de codorna, oferecemos as opções de entrega semanal, quinzenal ou mensal. Com o nosso sistema 100% online e recorrente o assinante não precisa fazer o mesmo pedido todo mês, a renovação acontece automaticamente no cartão de crédito, muito parecido com uma assinatura da Netflix. Ainda oferecemos entrega grátis em todos os planos.” Leonardo Araújo, criador do Site do Ovo.

Outros cases também foram apresentados. O impressionante Kinvo (aplicativo de investimentos com mais de 15 mil assinantes), o curioso AstroBox (clube de assinatura de astrologia) e o inusitado Games por Assinatura também apresentaram seus cases no palco do Recorrência.

O Site do Ovo apresentou o negócio para milhares de executivos, empreendedores e especialistas do mercado de assinaturas no Brasil. Fundado em 2017, o clube é o primeiro do gênero no país. Leonardo e sua esposa, sócia no negócio, desenvolveram uma plataforma com um sistema de franquias que seleciona ovos de qualidade premium regionais.

Conheça mais do clube vencedor aqui: sitedoovo.com.br e OvoPedia.

Continue Reading

Notícias

Barcelona lança serviço por assinatura

Published

on

Barcelona

O Barcelona disponibilizará conteúdo exclusivo via Facebook para seus torcedores, como: experiências interativas, lives com personalidades, desconto em produtos oficiais, grupos exclusivos e muito mais. O clube catalão é o primeiro time a lançar serviço desse tipo por assinatura.

O “Fan Subscribe” é uma estratégia do Facebook em conjunto com o FC Barcelona, por conta da presença massiva dos torcedores do clube no meio digital. São cerca de 340 milhões de curtidas só no perfil da rede.

No Reino Unido, já é possível assinar o serviço por £ 2,29 mensais, ou seja, R$ 11,86 na conversão atual.
Outros clubes, como Real Madrid e Manchester, lançaram serviços de assinatura, mas em formato de streaming.

Através deles, os torcedores conseguem assistir aos jogos e ter conteúdo exclusivo. Mas, totalmente, a parte da plataforma do Facebook.

Clubes apostam em assinatura para faturar mais

Estrangeiros ou nacionais, muitos clubes já apostam em serviço por assinatura para faturar mais. Vão desde streamings até o chamado “sócio torcedor“, onde o fanático pelo clube possui descontos em ingressos, camisas e até experiências com jogadores.

Essa é uma forma de encantar o cliente, fidelizá-lo mais do que uma torcida e, ainda, uma forma das instituições aumentarem a receita de forma recorrente. Já vimos que essa é a estratégia das grandes empresas, como Nike e Youtube.

Agora, é a vez do segmento esportivo entrar na onda. E, se existe algo recorrente, é a paixão de um torcedor. É ele que sempre está ali assistindo aos jogos no estádio, assinando canais exclusivos para ver as partidas, comprando as novas camisas e itens oficiais.

Os clubes que já apostam em uma cobrança recorrente, conseguem aumentar os lucros e prever o faturamento, melhorando a experiência do torcedor e crescendo ainda mais sua torcida.

E, se você ainda não está familiarizado com a cobrança recorrente, não deixe de conferir nosso artigo sobre o que é e as vantagens desse modelo de negócios clicando aqui.

Continue Reading

Notícias

Amazon Prime chega ao Brasil

Published

on

Amazon Prime

Presente em 18 países, a Amazon Prime chega ao Brasil nesta terça-feira, dia 10. Somos o primeiro país da América do Sul a receber o serviço da gigante.

Em 2012, quando iniciou as operações no Brasil, o capital social da Amazon era de 5 milhões de reais. Hoje, o valor é de R$ 800 milhões. A empresa não revela o objetivo financeiro para o mercado de assinatura no país, mas, como já é tendência, grandes empresas estão reformulando o seu modelo de negócios para o pagamento recorrente.

Amazon Prime

De graça nos 30 primeiros dias para novos assinantes (algumas pessoas assinavam o da gringa) e com uma assinatura mensal de R$ 9,90, o serviço oferece muito mais do que apenas frete grátis.

O assinante terá, além do frete grátis em milhares de produtos, os seguintes serviços de streaming:

Prime Vídeo – o serviço de streaming de filmes e séries é um forte concorrente da Netflix. O assinante pode assistir na TV, smartphone, tablet ou computador e baixar os episódios para assistir offline.

Prime Music – concorrente do Spotify, o streaming de música oferece mais de 2 milhões de músicas.

Prime Reading – diversos e-books e revistas disponibilizados de forma rotativa para ler no Kindle, smartphones e computador.

Concorrência

A Amazon Prime não veio só para competir com Netflix e Spotify. Mas entra na briga também com a Americanas Prime, Submarino e Shoptime, serviços da B2W e com o Mercado de Pontos do Mercado Livre.

Mas as vantagens sobre a concorrência são muitas. A Americanas oferece apenas o frete grátis em produtos selecionados no Sul e Sudeste do país. Já o Mercado de Pontos oferece frete grátis mediante ao acúmulo de pontos feito em cada compra.

No primeiro dia do lançamento, varejistas já perderam R$ 5 bilhões em ações na B3. A Magazine Luiza foi a empresa que mais teve queda em suas ações, com 4,97%, em seguida vem a B2W com 4,83%, Via Varejo com uma queda de 3,28% e, por último, Lojas Americanas com 3,2%.

O combo da Amazon tem potencial para ser um dos maiores serviços de assinatura do país, pois reúne vários diferenciais. Nos EUA, um cliente Prime consome, em média, US$ 1.400 no ano, já o cliente pontual gasta cerca de US$ 600. A fidelização do cliente é uma das grandes vantagens de lançar um negócio por assinatura.

Continue Reading

Avalie sua empresa

cobranca recorrente

Trending